ATENÇÃO!! O site CitroënClube mudou de endereço!

Atualizem seus favoritos para -> https://citroenclube.com.br

Pallas: boas e ruins do sedã (o meu)

Regras do fórum
Atenção: Não use CAIXA ALTA!
LEIA AQUI as regras antes de postar.
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#1

Mensagem por checov » Qui Jul 31, 2008 4:28 pm

Oi pessoal. Vou usar este tópico para atualizar as minhas experiências com o C4 Pallas. Serve como um diário, e um comparativo para quem tem ou quer ter um.

18/06/2008 - Pego o C4 na concessionária Le Mans em Bragança Paulista. O carro saiu com o tanque vazio, sem choro nem vela: a visita ao posto é obrigatória. Eu já havia feito um test-drive antes, mas era de modelo diferente: testei um exclusive manual e comprei um GLX manual, pois analisando os valores a primeira impressão é que o valor compensa a falta dos acessórios extras. Chegando na garagem de casa, uma surpresa: para este tamanho de carro, o sensor de estacionamento é ESSENCIAL, e faz falta mesmo. Deveria ser de série.

19/06/2008 - Após um dia embaixo do sol, o carro apresenta um cheiro desagradável de cola, Noto que o cheiro vem dos bancos. Como os bancos não são originais (explico: ameacei não comprar o carro caso não viesse com bancos em couro e documentação grátis. Fui atendido, mas os bancos são da concessionária, não vieram de fábrica), ligo para o vendedor, que pede para levar o carro na loja para verificação.

20/06/2008 - O carro já tem 600 Km no fim do dia. Como trabalho em São Paulo, atinjo fácil os 200Km por dia, ou 1000Km por semana. O carro vai muito bem, fora o cheiro de cola. O perfumador original piora o cheiro, que se mistura com o perfume e potencializa o desconforto. As pessoas que querem ver o carro não ligam, dizem que é "cheiro de carro novo". Levo o carro na concessionária, o vendedor percebe o cheiro e pede para que eu espera alguns dias, pois os bancos são novos e pode ser que ainda não secaram. Começo a perceber algumas falhas no acabamento: as bordas dos acabamentos de plástico do painel de instrumentos e das portas possuem rebarbas. Sinal de pobreza! ;)

21/06/2008 - Segundo tanque e o primeiro com álcool. Baseado na taxa de compressão do motor (12:1), calculo um bom percentual par ao uso do álcool, e defino que é 33% de gasolina e 66% de álcool. Neste percentual o carro funciona sem nenhuma diferença rem relação à gasolina. Impressionante.

25/06/2008 - Mais de uma semana com o carro. ele se porta muito bem na estrada e na cidade. Já me acostumei com o tamanho avantajado, e o desenho do painel, tão chamativo no início, já não é tão "novidade" para mim. Uma nota: no dia do test-drive, com o Exclusive, um teste de curva em alta velocidade mostrou o quanto a tração assistida é útil. No meu, sem este opcional, o carro tende a sair de frente nas curvas, o que não acontecia na versão Exclusive. Mas mesmo assim o carro está longe de ser inseguro: nestas curvas, feitas a mais de 100Km/h (o limite é de 60Km/h) o carro se porta muito bem para seu tamanho. E o cheiro dos bancos continua.

05/07/2008 - Começou a aparecer o primeiro ruído dentro do carro: um insistente, alto e irritante rangido na região central, entre os bancos dianteiros. Após insistir em encontrar o motivo, descubro: no banco traseiro há dois parafusos que fixam o assento no assoalho, na frente do banco e embaixo do acabamento atapetado do banco. Na parte central não há parafusos, só dois encaixes em dois furos no assoalho. Um dos encaixes está arrastando no assoalho. Tento corrigir o problema, mas sou impedido pelo acabamento do carpete e pelo parafuso, de cabeça Torx e fora das medidas que tenho. O cheiro dos bancos já está bem reduzido, e começo a sentir o perfume do odorizador, realmente muito agradável.

06/07/2008 - Vou à concessionária para ver o problema do rangido, na Le Mans Bragança mesmo. O "técnico" que me atendeu encontrou o problema (depois que eu mostrei, claro) mas demonstrou uma certa má vontade: pediu para agendar um dia inteiro para retirar o banco e corrigir o problema. "Pombas, bastava apertar o parafuso direito, ora bolas" - penso eu. Deixo o problema para depois pois não tenho tempo de deixar o carro só para tirar um ruído que só aparece quando alguém senta no banco traseiro.

15/07/2008 - Abasteço em um posto que nunca abasteci antes, e o carro não gosta do combustível: acende a luz da Injeção eletrônica. O computador de bordo indica "defeito no sistema antipoluição". Logo descubro o problema: o combustível colocado simplesmente tem um teor minúsculo de gasolina. De acordo com meus cálculos, o carro rodaria normalmente com 24,75% de gasolina pura e 75,25% de álcool (tanto faz anidro ou hidratado). Como o posto estava vendendo álcool como gasolina, quase nada de gasolina havia no tanque, causando a falha. Uma passadinha na concessionária e um rearme na UCE resolveu o problema. Detalhe: mais uma vez o "técnico" demonstrou desconhecimento. Quando conectou o micro, ele não conseguiu entender o sistema de menus do software de diagnóstico. Eu, como um bom profissional de TI, rapidamente entendi a lógica do software, mas ele demonstrou total falta de intimidade com microcomputadores. Resultado: reinicializou a UCE sem descobrir qual é o defeito. É claro que eu já sabia (sonda lambda indicando mistura pobre), mas se fosse um defeito real ele não descobriria.

20/07/2008 - Outro tanque que gerou falha da lambda, desta vez foi erro de cálculo meu: com o tanque pela metade, calculei mal o percentual e coloquei menos gasolina que o necessário. O carro já está com 6.200Km!

25/07/2008 - A sinalização de sona lambda apagou sozinha. Demonstra que o sistema se rearma após alguns dias. Nota: acabei de colocar o percentual correto de gasolina em um posto de confiança. Não preciso rearmar a UCE. Nestes últimos dias o sol voltou a brilhar, e com ele o cheiro dos bancos também voltou. Vou ligar para a Citroën e tentar resolver este problema, pois creio que cheiro de cola não é algo saudável.

Por enquanto é isso, mais novidades coloco em novos posts neste tópico. Quem quiser dicas ou trocar experiências, estamos aí!

Checov
Editado pela última vez por checov em Qui Jul 31, 2008 4:29 pm, em um total de 1 vez.


alexandre
Habilitado
Mensagens: 143
Registrado em: Qui Jun 21, 2007 5:40 pm
Nome: alexandre
Localização: São Bernardo do Campo - SP

#2

Mensagem por alexandre » Qui Ago 07, 2008 3:22 pm

Ola meus amigos :lol:


Checov camarada...rsrsrs acrescentar gasolina na proporção de 25% do abstecimento de alcool não tem muita função no C4, na verdade isso facilita somente a partida a frio, só isso.

O sistema multiplexado de injeção do atuais Citro Flex possui mapas de injeção com graduação de 100% de alcool e funcionam com desempenho superior ao da gasolina (ja que o poder energetico do alcool e melhor devido a taxa de compressão).
Neste tipo de injeção ocorre um fenomeno chamado de auto adaptação, onde o modulo passa por um processo de aprendizado, verificando qual dos mapas se adapta melhor a temperatura e ao combustivel presentes no momento do funcionamento.
Apos memorizado, o ciclo de aprendizado se inicia quando é detectada alteração no nivel do marcador de combustivel indicando que houve acrescimo de combustivel, então o programa volta a se iniciar por não saber se foi acrescido alcool ou gasolina.

Acabamentos tendem a se soltar, talvez por culpa do entusiasmo na montagem dos C4 pelos nossos ermanos argentinos. ja soube de um que soltou o teto, imagine a surpresa do proprietario. :blink:

Alguns deles sairam ate com um adesivo no lado direito do painel, so visivel com a porta aberta, onde menciona sobre o Air Bag do passageiro e o interruptor para desativa-lo, o problema é que no Pallas não saiu Air Bag para o passageiro, bela contradição... :P


Espero que voce continue sem noticias ruins...rsrsrs


Um abraço e boa sorte com o carrão B)
<!--coloro:#CC0000--><span style="color:#CC0000"><!--/coloro--><!--sizeo:3--><span style="font-size:12pt;line-height:100%"><!--/sizeo-->Alexandre<!--sizec--></span><!--/sizec--><!--colorc--></span><!--/colorc-->
Capitão da SS-Enterprise

Imagem
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#3

Mensagem por checov » Ter Ago 12, 2008 6:47 am

[quote name='alexandre' post='2187' date='Aug 7 2008, 03:22 PM']
Ola meus amigos :lol:
Checov camarada...rsrsrs acrescentar gasolina na proporção de 25% do abstecimento de alcool não tem muita função no C4, na verdade isso facilita somente a partida a frio, só isso.

O sistema multiplexado de injeção do atuais Citro Flex possui mapas de injeção com graduação de 100% de alcool e funcionam com desempenho superior ao da gasolina (ja que o poder energetico do alcool e melhor devido a taxa de compressão).
Neste tipo de injeção ocorre um fenomeno chamado de auto adaptação, onde o modulo passa por um processo de aprendizado, verificando qual dos mapas se adapta melhor a temperatura e ao combustivel presentes no momento do funcionamento.
Apos memorizado, o ciclo de aprendizado se inicia quando é detectada alteração no nivel do marcador de combustivel indicando que houve acrescimo de combustivel, então o programa volta a se iniciar por não saber se foi acrescido alcool ou gasolina.

Acabamentos tendem a se soltar, talvez por culpa do entusiasmo na montagem dos C4 pelos nossos ermanos argentinos. ja soube de um que soltou o teto, imagine a surpresa do proprietario. :blink:

Alguns deles sairam ate com um adesivo no lado direito do painel, so visivel com a porta aberta, onde menciona sobre o Air Bag do passageiro e o interruptor para desativa-lo, o problema é que no Pallas não saiu Air Bag para o passageiro, bela contradição... :P
Espero que voce continue sem noticias ruins...rsrsrs
Um abraço e boa sorte com o carrão B)
[/quote]

Fala Alê!

Na verdade é esta mesma a função da gasolina. Acho que não fui bem claro: o C4 Pallas NÃO É FLEX (hehehe) é gasolina, então a UCE não tem tabelas de mapeamento para álcool. Por isso que preciso colocar um percentual razoável de gasolina (1/4 para cima) para, pelo menos, conseguir dar partida nas manhãs frias e, principalmente, evitar a sinalização de "falha no sistema antipoluição" ( o conhecido falha de injeção eletrônica).

Já o acabamento soltar, é mal de carro com teto grande: no meu antigo Ford Escort Zetec SW o teto parecia uma tenda de pano: já estava encostando na cabeça dos passageiros do banco de trás. Isso é causado por acúmulo de umidade e também pela idade do carro. Mas é facilmente resolvível, viu? Basta tirar o teto, retirar o tecido do papelão e colar um novo tecido, facilmente encontrável em lojas de retalhos (procure como tecido almofadado).

Quanto ao air-bag: o meu é o básico (GLX, mecânico) e tem air-bag duplo (motorista e passageiro). A desativação do air-bag do passageiro é feito através do menu do computador de bordo. ;) Só que é estanho: não parece original. Explico: apesar de vir de fábrica com air-bag para o passageiro, o logotipo "airbag" parece que foi "queimado" no painel, não é um logotipo feito originalmente na manufatura do painel, foi utilizado um aparelho aquecido para escrever "airbag". Péssimo acabamento neste caso. Aliás, as partes de plástico do carro não são muito legais: são poucas (porta-objetos das portas e console de instrumentos do painel) mas as bordas possuem rebarbas visíveis e feias. Malditos argentinos! :lol:

Por enquanto estou 90% contente com o carro, espero que continue assim.

Abraço.
Checov
Editado pela última vez por checov em Ter Ago 12, 2008 7:07 am, em um total de 1 vez.
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#4

Mensagem por checov » Ter Ago 12, 2008 7:01 am

Continuando o diário do C4 Pallas:

06/08/2008 - 8.200 Km - Percebo uma dificuldade no pedal da embragem. Ao parar o carro e ir verificar, noto que o tapete (que veio "de graça" da concessionária) está pegando quando o pedal atinge seu fim-de-curso. retiro o tapete, que é fixo por velcro, e noto que o carpete do carro tem 4 botões de fixação para tapetes, sem usar velcro. Um assassinato: o carro DEVERIA vir com tapetes originais, mas a Le Mans não os fornece, fornece um não-original que danifica o carpete (o velcro) e que pega no pedal da embreagem. Vai para a lista de reclamações. É interessante: quase todas as reclamações que tenho do carro são inerentes a serviços executados em concessionária: tapete, banco, limpeza do carro... quase nada tenho contra o carro, só o espelho retrovisor interno com um leve grau óptico, que ainda não defini se é mesmo o espelho ou se é a vigia (vidro traseiro). Se for o espelho, menos mal: troca-se e pronto. Se for a vigia... complica!

08/08/2008 - 8.550 Km - Após uma visita à concessionária para marcar a primeira revisão do carro, uma conversa com o vendedor pode demonstrar que estou gastando muito com combustível: o vendedor informou-me que, em estrada, o carro DEVERIA fazer cerca de 15Km/l. Como estou usando álcool e tenho a média de 9,6Km/l, desconfiei que o desempenho com álcool talvez não estivesse compensando. Encho o tanque de gasolina, para medir novamente o seu consumo com o combustível original.

10/08/2008 - 8.900 Km - Completei 350Km usando só a gasolina, e surpresa: o vendedor falou besteira! O carro não passou de 9.5 Km/l no computador de bordo, e, pelo nível do tanque, o consumo "real" foi sofrível. Não compensa gasolina! Ainda mais para mim, um adepto da "menor poluição possível". Volta pro álcool!

Abraço
Checov
RAFAEL
Mestre Curioso
Mensagens: 796
Registrado em: Ter Ago 29, 2006 2:28 am
Nome: O Administrador

#5

Mensagem por RAFAEL » Ter Ago 12, 2008 10:24 pm

Muitas das reclamações sobre serviços realizados em concessionárias, teóricamente estariam ligadas a uma questão de formação dos profissionais que trabalham com esses carros.

Um boa parte ainda dessas reclamações, são de proprietários de carros mais antigos, como os Xsara, os ZX e Xantia, dentre outros, onde fica latente a falta de conhecimento sobre os produtos comercializados pela Citroën do Brasil.

Um dos objetivos deste Fórum, era justamente o de promover a troca de informações e assim, dentro do possível, evitar que os proprietários destes carros caissem em algumas "arapucas" montadas sob as fachadas de concessionárias.

Para a nossa infeliz surpresa, diária, diga-se de passagem, o que temos visto é a proliferação dos maus profissionais nas concessinárias. Não todos, e isso tem que ficar claro, pois há muitos que ainda são profissionais e merecem a nossa consideração.

A grande verdade é que quando qualquer proprietário da marca, que conhece um pouco mais sobre carros, e que gosta do assunto, ver o seu veículo sendo levado para a parte de trás de uma concessionária para um reparo, é como acompanhar um boi a caminho do matadouro.

Depois que ele passou pela porteira entre o atendimento e a oficina, tudo parece ser possível.
Editado pela última vez por RAFAEL em Ter Ago 12, 2008 10:25 pm, em um total de 1 vez.
O Administrador
<!--coloro:#FF0000--><span style="color:#FF0000"><!--/coloro-->ccdob<!--colorc--></span><!--/colorc-->
\[EMAIL=webmaster@ccdob.com.br\]webmaster@ccdob.com.br\[/EMAIL\]
ricardo.pucci
Sem Habilitação
Mensagens: 1
Registrado em: Ter Ago 12, 2008 11:29 pm
Nome: R.Pucci

#6

Mensagem por ricardo.pucci » Ter Ago 12, 2008 11:36 pm

[quote name='Checov' post='2110' date='Jul 31 2008, 04:28 PM']
Oi pessoal. Vou usar este tópico para atualizar as minhas experiências com o C4 Pallas. Serve como um diário, e um comparativo para quem tem ou quer ter um.

18/06/2008 - Pego o C4 na concessionária Le Mans em Bragança Paulista. O carro saiu com o tanque vazio, sem choro nem vela: a visita ao posto é obrigatória. Eu já havia feito um test-drive antes, mas era de modelo diferente: testei um exclusive manual e comprei um GLX manual, pois analisando os valores a primeira impressão é que o valor compensa a falta dos acessórios extras. Chegando na garagem de casa, uma surpresa: para este tamanho de carro, o sensor de estacionamento é ESSENCIAL, e faz falta mesmo. Deveria ser de série.

19/06/2008 - Após um dia embaixo do sol, o carro apresenta um cheiro desagradável de cola, Noto que o cheiro vem dos bancos. Como os bancos não são originais (explico: ameacei não comprar o carro caso não viesse com bancos em couro e documentação grátis. Fui atendido, mas os bancos são da concessionária, não vieram de fábrica), ligo para o vendedor, que pede para levar o carro na loja para verificação.

20/06/2008 - O carro já tem 600 Km no fim do dia. Como trabalho em São Paulo, atinjo fácil os 200Km por dia, ou 1000Km por semana. O carro vai muito bem, fora o cheiro de cola. O perfumador original piora o cheiro, que se mistura com o perfume e potencializa o desconforto. As pessoas que querem ver o carro não ligam, dizem que é "cheiro de carro novo". Levo o carro na concessionária, o vendedor percebe o cheiro e pede para que eu espera alguns dias, pois os bancos são novos e pode ser que ainda não secaram. Começo a perceber algumas falhas no acabamento: as bordas dos acabamentos de plástico do painel de instrumentos e das portas possuem rebarbas. Sinal de pobreza! ;)

21/06/2008 - Segundo tanque e o primeiro com álcool. Baseado na taxa de compressão do motor (12:1), calculo um bom percentual par ao uso do álcool, e defino que é 33% de gasolina e 66% de álcool. Neste percentual o carro funciona sem nenhuma diferença rem relação à gasolina. Impressionante.

25/06/2008 - Mais de uma semana com o carro. ele se porta muito bem na estrada e na cidade. Já me acostumei com o tamanho avantajado, e o desenho do painel, tão chamativo no início, já não é tão "novidade" para mim. Uma nota: no dia do test-drive, com o Exclusive, um teste de curva em alta velocidade mostrou o quanto a tração assistida é útil. No meu, sem este opcional, o carro tende a sair de frente nas curvas, o que não acontecia na versão Exclusive. Mas mesmo assim o carro está longe de ser inseguro: nestas curvas, feitas a mais de 100Km/h (o limite é de 60Km/h) o carro se porta muito bem para seu tamanho. E o cheiro dos bancos continua.

05/07/2008 - Começou a aparecer o primeiro ruído dentro do carro: um insistente, alto e irritante rangido na região central, entre os bancos dianteiros. Após insistir em encontrar o motivo, descubro: no banco traseiro há dois parafusos que fixam o assento no assoalho, na frente do banco e embaixo do acabamento atapetado do banco. Na parte central não há parafusos, só dois encaixes em dois furos no assoalho. Um dos encaixes está arrastando no assoalho. Tento corrigir o problema, mas sou impedido pelo acabamento do carpete e pelo parafuso, de cabeça Torx e fora das medidas que tenho. O cheiro dos bancos já está bem reduzido, e começo a sentir o perfume do odorizador, realmente muito agradável.

06/07/2008 - Vou à concessionária para ver o problema do rangido, na Le Mans Bragança mesmo. O "técnico" que me atendeu encontrou o problema (depois que eu mostrei, claro) mas demonstrou uma certa má vontade: pediu para agendar um dia inteiro para retirar o banco e corrigir o problema. "Pombas, bastava apertar o parafuso direito, ora bolas" - penso eu. Deixo o problema para depois pois não tenho tempo de deixar o carro só para tirar um ruído que só aparece quando alguém senta no banco traseiro.

15/07/2008 - Abasteço em um posto que nunca abasteci antes, e o carro não gosta do combustível: acende a luz da Injeção eletrônica. O computador de bordo indica "defeito no sistema antipoluição". Logo descubro o problema: o combustível colocado simplesmente tem um teor minúsculo de gasolina. De acordo com meus cálculos, o carro rodaria normalmente com 24,75% de gasolina pura e 75,25% de álcool (tanto faz anidro ou hidratado). Como o posto estava vendendo álcool como gasolina, quase nada de gasolina havia no tanque, causando a falha. Uma passadinha na concessionária e um rearme na UCE resolveu o problema. Detalhe: mais uma vez o "técnico" demonstrou desconhecimento. Quando conectou o micro, ele não conseguiu entender o sistema de menus do software de diagnóstico. Eu, como um bom profissional de TI, rapidamente entendi a lógica do software, mas ele demonstrou total falta de intimidade com microcomputadores. Resultado: reinicializou a UCE sem descobrir qual é o defeito. É claro que eu já sabia (sonda lambda indicando mistura pobre), mas se fosse um defeito real ele não descobriria.

20/07/2008 - Outro tanque que gerou falha da lambda, desta vez foi erro de cálculo meu: com o tanque pela metade, calculei mal o percentual e coloquei menos gasolina que o necessário. O carro já está com 6.200Km!

25/07/2008 - A sinalização de sona lambda apagou sozinha. Demonstra que o sistema se rearma após alguns dias. Nota: acabei de colocar o percentual correto de gasolina em um posto de confiança. Não preciso rearmar a UCE. Nestes últimos dias o sol voltou a brilhar, e com ele o cheiro dos bancos também voltou. Vou ligar para a Citroën e tentar resolver este problema, pois creio que cheiro de cola não é algo saudável.

Por enquanto é isso, mais novidades coloco em novos posts neste tópico. Quem quiser dicas ou trocar experiências, estamos aí!

Checov
[/quote]


Prezado Amigo, não entendi, seu carro é flex?????

Abç

Pucci
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#7

Mensagem por checov » Qua Ago 13, 2008 2:29 pm

[quote name='R.Pucci' post='2228' date='Aug 12 2008, 11:36 PM']
Prezado Amigo, não entendi, seu carro é flex?????

Abç

Pucci
[/quote]


Pucci, ainda não existe C4 Pallas Flex. ;)
alexandre
Habilitado
Mensagens: 143
Registrado em: Qui Jun 21, 2007 5:40 pm
Nome: alexandre
Localização: São Bernardo do Campo - SP

#8

Mensagem por alexandre » Ter Ago 19, 2008 3:19 pm

Ola amigos :lol:


Skavuska Camarada Pucci e camarada Checov hauhauhau...Desculpem a minha falha, avancei um pouco demais na cronologia do C4, o sistema flex esta pronto e algumas unidades ja circulam em carater de teste, não é perceptivel ja que a mudança é mecanica e não estetica.

Supus pela sua declaração que os testes haviam acabado e ja estava no mercado. :unsure:

Um colega meu esta com um deles, tem alguns bugs para resolver (programação), mas esta bem potente e vai ajudar a impulsionar as vendas do C4.

A versão 1.6 tambem ja roda por ai em teste de longa duração, vamos ver como fica, tomara que não nasça um Corsa Wind!!! :P


Sobre o teto que caiu, não foi o tecido, foi o teto mesmo. Soltaram os acabamentos das colunas e o teto desceu, ficando preso pelo suporte dos quebra-sol.

Sobre os Air Bags, não fazia parte dos planos lançar para passageiro tambem, por isso a inclusão "a ferro e fogo" do logo do dispositivo (os clientes cobraram) e aproveitando a facilidade dos menus de acesso, evita-se colocar a chave de desativação (obrigatoria nos EUA), sabe como é...carro para latinos...



Um abraço a todos B)
<!--coloro:#CC0000--><span style="color:#CC0000"><!--/coloro--><!--sizeo:3--><span style="font-size:12pt;line-height:100%"><!--/sizeo-->Alexandre<!--sizec--></span><!--/sizec--><!--colorc--></span><!--/colorc-->
Capitão da SS-Enterprise

Imagem
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#9

Mensagem por checov » Sex Ago 22, 2008 6:28 am

[quote name='alexandre' post='2321' date='Aug 19 2008, 03:19 PM']
Ola amigos :lol:
Skavuska Camarada Pucci e camarada Checov hauhauhau...Desculpem a minha falha, avancei um pouco demais na cronologia do C4, o sistema flex esta pronto e algumas unidades ja circulam em carater de teste, não é perceptivel ja que a mudança é mecanica e não estetica.

Supus pela sua declaração que os testes haviam acabado e ja estava no mercado. :unsure:

Um colega meu esta com um deles, tem alguns bugs para resolver (programação), mas esta bem potente e vai ajudar a impulsionar as vendas do C4.

A versão 1.6 tambem ja roda por ai em teste de longa duração, vamos ver como fica, tomara que não nasça um Corsa Wind!!! :P
Sobre o teto que caiu, não foi o tecido, foi o teto mesmo. Soltaram os acabamentos das colunas e o teto desceu, ficando preso pelo suporte dos quebra-sol.

Sobre os Air Bags, não fazia parte dos planos lançar para passageiro tambem, por isso a inclusão "a ferro e fogo" do logo do dispositivo (os clientes cobraram) e aproveitando a facilidade dos menus de acesso, evita-se colocar a chave de desativação (obrigatoria nos EUA), sabe como é...carro para latinos...
Um abraço a todos B)
[/quote]

Então Alexandre, o C4 Pallas "flex" será lançado agora no fim do ano, e será a principal novidade da versão 2009. MAS (sempre tem um "mas") a versão 2.0 16v não terá nenhuma modificação mecânica em relação à 2.0 16v gasolina. Talvez se você considerar a inclusão de um reservatório de gasolina como modificação mecânica... e também a forma de abastecimento deste reservatório, caso a Citroën decida que seja externa... mas os dois motores são IDÊNTICOS EM TUDO, a única diferença é uma nova tabela de trabalho da UCE, prevendo a faixa maior de trabalho da lambda, aumentando os tempos dos bicos e os novos atrasos na ignição.

A versão 1.6 é realmente diferente... mas imagine uma BARCA dessas rodando com motor 1.6... só se houver um verdadeiro "milagre da potência", se bem que a PSA já fez milagre no 2.0 (147cv com torque de 20Kgfm para um motor 2.0 é o limite da tecnologia atual). Veremos como ficará esta versão, espero também que seja mais econômica, pois carro pesado com motor pequeno costuma gerar grandes beberrões.

Abraço
Checov
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#10

Mensagem por checov » Ter Set 02, 2008 7:47 pm

Bem, vou fazer uma "upada" no tópico, com mais algumas informações.

O meu Pallas está hoje (02 de Setembro de 2008, caracas, 2008 já está acabando!) com 12.300Km rodados. Destes, quase a totalidade (cerca de 95%) com a mistura gasolina/álcool. O carro nem sente mais a diferença do combustível, creio que porque ajustei a quantidade certa e nunca mais coloquei menos que o calculado (para cada tanque completado, coloco 20 litros de gasolina comum e completo com álcool, que dá cerca de 30 litros, totalizando 50 litros). Neste mês que passou e até hoje não acendeu mais a luz da injeção, e nas manhãs ele não falha. Parece que está rodando só com gasolina.

Algumas semanas atrás eu até fiz um teste, coloquei um tanque só de gasolina, e só serviu para chorar com o preço e com a poluição: R$120,00 para completar o tanque com 45 litros e não ganhei nada de potência nem de consumo. Besteira: volta pro álcool mesmo. E ainda por cima bastou este tanque para contaminar o óleo lubrificante, que estava bom até este momento.

Bem, fiz a primeira revisão com 10900Km, tudo foi checado pela concessionária (palavras deles), óleo e filtro de óleo trocados, deixei R$295,00 da concessionária e saí feliz da vida com a revisão feita. Pelo meu rodar, dá uma revisão a cada 2,5 meses, completarei os 60.000Km com 15 meses, e depois da revisão dos 60.000Km as revisões subseqüentes não são mais tabeladas. Detalhe: o manual diz que a troca da correia dentada é aos 70.000Km, isto é, já posso me preparar porque será uma bela duma facada! Mas, como a revisão básica não diz nada que a correia deva ser trocada em concessionária, podem ter certeza que eu mesmo a trocarei, com a ajuda de alguns amigos profissionais.

Ontem, 01 de Setembro de 2008, comprei um jogo de tapetes originais da versão Exclusive. Os tapetes promocionais da concessionária, presos com velcro no carpete do carro, além de estragarem o carpete não ficavam no lugar, mesmo com o velcro, atrapalhando o acionamento do pedal da embreagem. Deixei R$139,00 e peguei o jogo novo de tapetes originais, que são presos no carpete por botões, e se encaixam perfeitamente sem atrapalhar os pedais do motorista. Só acho que falta uma coisa: o tapete traseiro é duplo, na minha opinião deveria ser inteiriço único para proteger o carpete do túnel. Mas, fazer o que?

Por enquanto é isso.

Abraços.
Checov
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#11

Mensagem por checov » Ter Set 02, 2008 8:06 pm

Ah, já ia me esquecendo!

É uma boa para incluir no diário do carro.

No dia 25 de Agosto de 2008 estava eu retornando para casa, pela Rodovia Fernão Dias, quando às 23:45hs, em Terra Preta (Km 40 da Fernão dias, entre Mairiporã e Atibaia) um caminhão que estava a cerca de 50 metros à minha frente deu uma "lambida" em uma pedra que estava no acostamento. A pedra, que está em casa, pesa cerca de 3 quilos, e girou em seu próprio eixo, vindo parar bem nos meus pneus direitos. O resultado? 2 pneus pro saco, e 2 rodas lascadas. Bem, chamei o guincho da Allianz, mas quem chegou primeiro foi o guincho da concessionária OHL, que ficou protegendo o local que eu estava até que o guincho da Allianz chegasse, 1 hora depois, vindo de Atibaia que fica a 5 minutos de onde eu estava. No dia seguinte pensei que teria que ir para São Paulo de ônibus pois achei que não encontraria os pneus na medida do C4: 215x55R16, mas a Michellin de Bragança Paulista tinha, a pronta entrega. O preço? R$603,00 para CADA UM. Eu, acostumado com pneus de R$250,00 de meu antigo Ford Focus, dei um pulo. Bem, paguei né, fazer o que?

O carro? Não aconteceu nada de ruim com ele. Só as rodas ficaram com marcas de lascadas, que vou fazer uma manutenção assim que tiver tempo. Nem tortas ficaram as rodas, só lascadas mesmo.

Abraços.
Checov
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#12

Mensagem por checov » Sex Set 19, 2008 6:58 am

Bem, cá estou novamente atualizando. Não tenho muito para falar, estou realmente muito satisfeito com o carro. Ontem, dia 18, competei 3 meses (já?) com o carro, e por parte do carro não tenho nenhuma reclamação. O C4 já rodou 15.500Km nestes 3 meses (rodo pra caramba, não?) e mês que vem tem uma nova revisão. Aliás, revisão esta que custa R$395,00.

Aproveito para divagar um pouco aqui: tenho um carro antigo, meu primeiro carro, um Fiat 147 ano 1977. Estou pronto para colocar o carro na oficina de recuperação, e estava procurando alguns dados sobre o Fiat 147. Achei o manual original do carro, e fiquei PASMO com o que encontrei: as primeiras 3 revisões do carro, com 5.000, 10.000 e 15.000Km, eram GRATUÍTAS, ou seja, a Fiat trocava os fluídos e revisava o carro NA FAIXA para o dono. Além disso, nenhuma revisão precisava ser feita em concessionária, o proprietário só precisava comprovar que a revisão havia sido realizada de acordo com o manual para manter a garantia do carro. O que eu vejo hoje: a Citroën, assim como TODAS as outras fabricantes, exigem que os proprietários realizem as revisões nas concessionárias, em uma clara violação do Código de Defesa do Consumidor, configurando-se uma VENDA CASADA. Outra: A Ford está anunciando a primeira revisão do Ford EcoSport no valor de R$117,00 (3x de R$39,00). É claro que esta revisão não passa de uma troca de óleo, assim como a Citroën fez em meu C4, mas eu paguei R$295,00 por esta troca de óleo. Isso dá R$59,00 por litro de óleo. O óleo equivalente, fabricado pela Castrol e que atente a todas as exigências do motor PSA 2.0 é o Castrol GTX Special, semi-sintético, que custa R$14,00 por litro, o que daria R$70,00. Ora, se eu usasse o óleo supra-sumo da Castrol o GTX Magnatec, que supera em muito o óleo original da Citroën, eu gastaria R$40,00 por litro, o que daria R$200,00, uma economia de R$90,00! Então esta revisão com preço fixo da Citroën é uma enganação. Tenham sempre isso em mente!

Abraços
Checov
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#13

Mensagem por checov » Ter Out 14, 2008 10:28 pm

Oi pessoal.

Onde estão os donos de C4? Ninguém? parece que só eu posto nesta seção! :-(

Bem, o meu C4 Pallas está muito bem, obrigado. Já rodei 18.600Km, daqui a pouco vem outra revisão, e o carro não apresenta nenhum problema sério. Algumas ocorrências:

Com 18.400Km - queima da lâmpada de farol baixo lado esquerdo. A Citroën informa que não há garantia para lâmpadas. Vou comprar na concessionária, e vem a facada: R$45,00 por UMA (1) lâmpada. Saio de lá meio desnorteado até uma autopeças, e encontro a mesma lâmpada por R$4,50! Isso mesmo! A lâmpada H7 custa R$4,50 no mercado. A marca? Ora, a lâmpada original da Citroën é "Made China", comprei uma "Made in Germany". Sem comentários, né?

Após a troca da lâmpada, descobri que a lâmpada direita, que não queimou, está bem mais fraca que a nova. Temendo por uma incompatibilidade de foco da lâmpada nova, vou até a concessionária e o eletricista retira a lâmpada direita, a mais fraca. Surpresa: ela está toda prateada, indicando vazamento e uma iminente queima. Questiono o eletricista se não é problema no carro, e ele é enfático na resposta: NÃO! Ele já pegou outras lâmpadas de carros vendidos no mesmo mês que o meu, e desconfia de lote ruim de lâmpadas. Ele então me fornece, gratuitamente, outra lâmpada para repô-la. Note que não é lâmpada nova: é lâmpada retirada de outro Pallas que o proprietário instalou Xenon, e sobraram as lâmpadas.

18.600 (Hoje) - Um amigo precisou de uma ajuda mecânica e eu me prontifico a usar minha bateria em uma "chupeta" para dar partida no carro dele. Surpresa: o C4 Pallas não gosta que tire a bateria dele, aparece um monte de falhas no computador de bordo. Mas as falhas somem após alguns metros rodando o carro normalmente. Só ficou a falha de "sistema antipoluição", que costuma sumir após 1 ou 2 tanques. Já acostumei com esse, vide meus posts anteriores.
As falhas que apareceram após a retirada da bateria:
- Falha de freio;
- Falha de freio ABS;
- Falha do sistema antipoluição;

Isso porque o meu é o GLX, creio que se fosse o Exclusive haveriam outras sinalizações presentes.

Ah, aproveitando: o calor voltou, e o cheiro está voltando. Bem fraco, mas está. E o barulhinho no banco traseiro está querendo aparecer de novo, o banco resolveu dar uma "cantadinha" neste fim-de-semana.

Fora essas duas besteirinhas, o carro é fantástico. Após 4 meses e o lançamento da versão Flex eu ainda tenho o sentimento que fiz um ótimo negócio, hoje eu não conseguiria mais comprar esse carro, os juros de financiamentos estão em patamares absurdos que eu não suportaria hoje.

Abraço.
Checov
Editado pela última vez por checov em Ter Out 14, 2008 10:30 pm, em um total de 1 vez.
rafael_xm
Curioso
Mensagens: 181
Registrado em: Ter Ago 29, 2006 10:21 am
Nome: rafael_xm
Localização: São Paulo - Capital
Contato:

#14

Mensagem por rafael_xm » Ter Out 14, 2008 11:50 pm

Caro Checov, não se sinta só!

Leve em conta que o carro é novo e que a maioria das pessoas ainda não tiveram acesso a ele nem para test drive.

Particularmente acho o carro muito bonito, muito embora não possa deixar de admitir uma certa atração pelo VTR, e que só não faz parte das minhas pretensões, porque a Citroën resolveu amansar um pouco o carro, inclusive tirando as rodas 17" que foram mostradas com o modelo quando esteve pela primeira vez no salão do automóvel aqui no Brasil. Também não posso deixar de observar que deve ser muito mais prático abrir a porta do Pallas, que a porta do VTR. Pelo tamanho dela o proprietário precisa ter um boa espaço lateral na garagem.

Mas à mim, impressiona como a Citroën, ou PSA, como queiram, conseguiu encaixar essa traseira no modelo coupe. A primeira vez que cheguei perto desse carro, tive a impressão de que ele seria até maior que o C5, dado o tamanho da lateral traseira.

felizmente, ou infelizmente, você acabou sendo o precursor da avaliação desse carro no Fórum. Particularmente achei ótimo, já que frequentemente acompanho sua saga com esse Pallas, e tenho certeza de que, mesmo não opinando, outros tantos colegas frequentadores, acompanham essa trajetória assim como eu.

É claro que o feedback é sempre estimulante, e tenho certeza de que logo ele começará a aconteceer. É só uma questão de tempo, visto que esse carro, a exemplo do C3, teve uma ótima aceitação do brasileiro, a ponto de estimular o lançamento do modelo Hatch de 4 portas.

Eu tenho um XM; desculpe: 2, sempre me esqueço do pobre do segundo, e sei bem como é ficar falando sozinho. Ao contrário do seu que é novo, o meu teve digamos, tiragem limitada, e as poucas unidades que ficaram, estão dispersas. Mesmo assim conseguimos alguns bons e valiosos contatos.

Não sei quanto aos outros, mas esse é o formato que eu tinha idealizado para relatar a trajetória do tico e do teco, minhas duas crianças, mas problemas pessoais acabaram me desestimulando.

Quem sabe não retomo a idéia quando comprar um C6. Tudo pode acontecer.

Abraço, obrigado pelo espaço e pelos relatos.
Ainda por aqui!
Erick
Sem Habilitação
Mensagens: 33
Registrado em: Qua Ago 27, 2008 9:19 am
Nome: Erick

#15

Mensagem por Erick » Qua Out 15, 2008 10:40 am

Olá a todos,
Rafael XM: vc tem razão o Pallas é maior que o C5, acredite! O meu c5 tem 4.60 e poucos cm de comprimento e o Pallas da minha mãe tem 4,77 cm os dois pelas medidas informadas nos manuais. O C5 ganha em largura, se não me engano 2,10 cm contra 1,77 do pallas (contando os retrovisores).

Caro Checov, compramos aqui no último dia 27/09 um C4 PALLAS ECLUSIVE BVA, está hoje com quase 900 Km por enquanto só alegria, é bom ver seus posts, e qlq coisa tb postarei aqui!

Abs
<!--coloro:#3333FF--><span style="color:#3333FF"><!--/coloro-->Citroën C5
Exclusive - 2.0 16V
2003/2003 - Automatique<!--colorc--></span><!--/colorc-->
Responder