ATENÇÃO!! O site CitroënClube mudou de endereço!

Atualizem seus favoritos para -> https://citroenclube.com.br

Picasso 2.0 16v mec GLX- marcha lenta variando

Regras do fórum
Atenção: Não use CAIXA ALTA!
LEIA AQUI as regras antes de postar.
Milzo
Sem Habilitação
Mensagens: 11
Registrado em: Dom Set 30, 2007 1:04 pm
Nome: Milzo

#1

Mensagem por Milzo » Dom Set 30, 2007 2:47 pm

Olá.



Acabei de adquirir uma Picasso 2.0 16v 2003/2004 GLX, com 47.000 km.

O carro está muito conservado, foi de um único proprietário. Assim que peguei, percebi que ela estava com uma pequena , quase imperceptível variação na marcha lenta. Tambem, quando eu tirava o pé do acelerador (freio-motor), o carro demonstava variação na aceleração. Quando inicio a aceleração o defeito fica mascarado, mas é só pegar a estrada, onde mantenho a aceleração constante que o defeito torna-se presente.(pequena variação na aceleração).

Levei em mecânico de confiança, fiz descabonização do motor, limpeza do TBI, substituiçao das velas, filtros de ar e de gasolina.



O defeito continua. O mecanico mandou levar na concesionária ( a qual eu gostaria de evitar), outro disse que este defeito é comum nas Picassos e só se resolve retificando o cabeçote ou substituindo o módulo da injeção. Outro me disse que o fato de estar acendendo o alerta de manutenção (chavinha luminosa no painel), o carro fica desrregulado, isto seria uma forma de obrigar o proprietário a se dirigir a uma concesionária para fazer a revião.



A principio não estou acreditando em nenhuma destas versões. Alguem já teve problema parecido?



Milzo.


Avatar do usuário
tilex
Curioso
Mensagens: 248
Registrado em: Dom Nov 11, 2007 5:42 pm
Nome: Tilex
Localização: S.J.do Rio Preto-SP
Modelos Citroën: Xsara Picasso 2.0 16V 2006 AUT

#2

Mensagem por tilex » Sáb Dez 01, 2007 10:01 pm

Milzo, conseguiu resolver esse problema ?
-----
Em 2007: Xsara Picasso Exclusive 2.0 Manual (04)
Em 2015: Xsara Picasso Exclusive 2.0 AUTOMATIQUE (06)
Att; Alex andro (Tilex)
RAFAEL
Mestre Curioso
Mensagens: 796
Registrado em: Ter Ago 29, 2006 2:28 am
Nome: O Administrador

#3

Mensagem por RAFAEL » Dom Dez 02, 2007 12:18 pm

Fez bem em não acreditar em estórias de balcão de padaria.

Tendo sido checados os meios mecânicos que poderiam estar causando a falha, resta checar os meios elétricos e eletrônicos.

Esse problema pode ser causado também por fuga de corrente ou variação na energia que é fornecida para as velas.

Nossa sugestão é para medir a energia que está sendo fornecida pelas bobinas, e se não nenhum cabo de vela danificado ou ressecado, que possa estar gerando fuga de corrente.

O alerta de manutenção não traz nenhum problema ao veículo, e isso você mesmo pode checar ao zerar o cronometro de manutenção. As orientações para esse procedimento, você encontrará no manual do seu carro.

Boa sorte!
Editado pela última vez por RAFAEL em Dom Dez 02, 2007 12:19 pm, em um total de 1 vez.
O Administrador
<!--coloro:#FF0000--><span style="color:#FF0000"><!--/coloro-->ccdob<!--colorc--></span><!--/colorc-->
\[EMAIL=webmaster@ccdob.com.br\]webmaster@ccdob.com.br\[/EMAIL\]
XM92V6
Sem Habilitação
Mensagens: 27
Registrado em: Ter Out 09, 2007 6:41 pm
Nome: XM92V6

#4

Mensagem por XM92V6 » Dom Dez 02, 2007 5:13 pm

Olá pode ser várias coisas desde sonda lambda , sensor de massa de ar, entrada de ar falsa, o ideal é vc achar quem passe um rastreador (barato), ela dirá se a sonda lambda está cansada, nesse mesmo lugar vc poderá ver se a pressão de combustivel está correta, pois se a bomba elétrica está com carvões no fim ela falha e também pode ser a válvula de retorno que mantém a pressão de linha constante, eu tenho quase certeza que pé isso pode ser simplesmente o filtro de combustível entupido ou se vc colocar de segunda linha não terá um funcionamento adequado, eu acho um absurdo um mecânico chutar dizendo que precisa retificar o cabeçote sem ver as coisa mais básicas, no TBI tem a agulha que regula a lenta ela tem um oring se o memo está gasto tem entrada de ar falsa e ocorre esse problema. Eu apostaria mais na linha de combustível e em alguma entrada de ar falsa depois que vc resolver o problema entre em contato para nos dizer o que vc descubriu, um grande abraço!
[quote name='Milzo' post='737' date='Sep 30 2007, 03:47 PM']
Olá.
Acabei de adquirir uma Picasso 2.0 16v 2003/2004 GLX, com 47.000 km.

O carro está muito conservado, foi de um único proprietário. Assim que peguei, percebi que ela estava com uma pequena , quase imperceptível variação na marcha lenta. Tambem, quando eu tirava o pé do acelerador (freio-motor), o carro demonstava variação na aceleração. Quando inicio a aceleração o defeito fica mascarado, mas é só pegar a estrada, onde mantenho a aceleração constante que o defeito torna-se presente.(pequena variação na aceleração).

Levei em mecânico de confiança, fiz descabonização do motor, limpeza do TBI, substituiçao das velas, filtros de ar e de gasolina.
O defeito continua. O mecanico mandou levar na concesionária ( a qual eu gostaria de evitar), outro disse que este defeito é comum nas Picassos e só se resolve retificando o cabeçote ou substituindo o módulo da injeção. Outro me disse que o fato de estar acendendo o alerta de manutenção (chavinha luminosa no painel), o carro fica desrregulado, isto seria uma forma de obrigar o proprietário a se dirigir a uma concesionária para fazer a revião.
A principio não estou acreditando em nenhuma destas versões. Alguem já teve problema parecido?
Milzo.
[/quote]
Milzo
Sem Habilitação
Mensagens: 11
Registrado em: Dom Set 30, 2007 1:04 pm
Nome: Milzo

#5

Mensagem por Milzo » Seg Dez 03, 2007 5:31 pm

Realmente o alerta de manutenção não influi no bom funcionamento do carro. No manual não há orientações de como deletá-lo. Consegui vasculhando na Net:

<!--coloro:#FF0000--><span style="color:#FF0000"><!--/coloro-->Desligue a ignição.
Mantenha o botão "000.0" (reiniciador de hodometro parcial) apertado.
Ligue a chave de contato.
Mantenha o botão citado apertado durante 10 segundos.

No mostrador lê-se agora 0.

Desligue a chave do contato e ligue novamente.<!--colorc--></span><!--/colorc-->

Abraços e obrigado por enquanto.


Milzo.


[quote name='O Administrador' post='863' date='Dec 2 2007, 12:18 PM']
Fez bem em não acreditar em estórias de balcão de padaria.

Tendo sido checados os meios mecânicos que poderiam estar causando a falha, resta checar os meios elétricos e eletrônicos.

Esse problema pode ser causado também por fuga de corrente ou variação na energia que é fornecida para as velas.

Nossa sugestão é para medir a energia que está sendo fornecida pelas bobinas, e se não nenhum cabo de vela danificado ou ressecado, que possa estar gerando fuga de corrente.

O alerta de manutenção não traz nenhum problema ao veículo, e isso você mesmo pode checar ao zerar o cronometro de manutenção. As orientações para esse procedimento, você encontrará no manual do seu carro.

Boa sorte!
[/quote]
Milzo
Sem Habilitação
Mensagens: 11
Registrado em: Dom Set 30, 2007 1:04 pm
Nome: Milzo

#6

Mensagem por Milzo » Seg Dez 03, 2007 5:45 pm

Olá. O problema agora está localizado nos primeiros minutos em que eu ligo o carro:

A marcha lenta parece mais baixa que o normal e o carro fica trepidando por inteiro( sintoma de marcha lenta muito baixa). Se nesses primeiro minutos se tento fazer manobras com o carro, tenho que "queimar embreagem", pois o carro não tem torque nenhum para sair da inércia.

Já em uso normal, com ele um pouco aquecido, não percebo mais o problema. Ele era pouco perceptível. Ou sumiu ou eu me acostumei com o carro assim. Mas acho que sumiu.

Peço orientação de endereços de oficinas em São Paulo que de fato rastreiam o Picasso. Nas que conhecia, eles naõ tem o programa específico.
Muito obrigado pela ajuda de todos.

Milzo.





[quote name='XM92V6' post='867' date='Dec 2 2007, 05:13 PM']
Olá pode ser várias coisas desde sonda lambda , sensor de massa de ar, entrada de ar falsa, o ideal é vc achar quem passe um rastreador (barato), ela dirá se a sonda lambda está cansada, nesse mesmo lugar vc poderá ver se a pressão de combustivel está correta, pois se a bomba elétrica está com carvões no fim ela falha e também pode ser a válvula de retorno que mantém a pressão de linha constante, eu tenho quase certeza que pé isso pode ser simplesmente o filtro de combustível entupido ou se vc colocar de segunda linha não terá um funcionamento adequado, eu acho um absurdo um mecânico chutar dizendo que precisa retificar o cabeçote sem ver as coisa mais básicas, no TBI tem a agulha que regula a lenta ela tem um oring se o memo está gasto tem entrada de ar falsa e ocorre esse problema. Eu apostaria mais na linha de combustível e em alguma entrada de ar falsa depois que vc resolver o problema entre em contato para nos dizer o que vc descubriu, um grande abraço!
[/quote]
Rainer
Sem Habilitação
Mensagens: 5
Registrado em: Ter Out 30, 2007 11:40 am
Nome: Rainer

#7

Mensagem por Rainer » Ter Dez 04, 2007 9:08 am

Não é o sensor de marcha lenta?

Sei que não tem nada a ver com o Picasso mas no Omega do meu pai aconteceu exatamente a mesma coisa e foi trocado esse sensor, problema resolvido
Milzo
Sem Habilitação
Mensagens: 11
Registrado em: Dom Set 30, 2007 1:04 pm
Nome: Milzo

#8

Mensagem por Milzo » Qui Dez 06, 2007 5:32 am

[quote name='Tilex' post='862' date='Dec 1 2007, 10:01 PM']
Milzo, conseguiu resolver esse problema ?
[/quote]
Ainda não. Levei numa oficina que fez a leitura computadorizada. Apontou falha no sensor de rotação.
Assim que resolver informo a todos.

Obrigado.

Milzo
pires
Sem Habilitação
Mensagens: 8
Registrado em: Seg Jun 09, 2008 10:04 am
Nome: pires

#9

Mensagem por pires » Qui Jun 12, 2008 5:35 pm

[quote name='Milzo' post='870' date='Dec 3 2007, 04:45 PM']
Olá. O problema agora está localizado nos primeiros minutos em que eu ligo o carro:

A marcha lenta parece mais baixa que o normal e o carro fica trepidando por inteiro( sintoma de marcha lenta muito baixa). Se nesses primeiro minutos se tento fazer manobras com o carro, tenho que "queimar embreagem", pois o carro não tem torque nenhum para sair da inércia.

Já em uso normal, com ele um pouco aquecido, não percebo mais o problema. Ele era pouco perceptível. Ou sumiu ou eu me acostumei com o carro assim. Mas acho que sumiu.

Peço orientação de endereços de oficinas em São Paulo que de fato rastreiam o Picasso. Nas que conhecia, eles naõ tem o programa específico.
Muito obrigado pela ajuda de todos.

Milzo.
[/quote]
MILZO, ESTOU COM MESMO PROBLEMA VOCE CONSEGUI RESOLVER, ME DA UM DICA, NAO SEI MAIS O QUE FAÇO??
RAFAEL
Mestre Curioso
Mensagens: 796
Registrado em: Ter Ago 29, 2006 2:28 am
Nome: O Administrador

#10

Mensagem por RAFAEL » Qui Jun 12, 2008 10:34 pm

Senhores, vejam na área destinada a indenificação das oficinas, endereços, telefones e e-mails de empresas que possuem o scanner para fazer a checagem do sistema.

Entrem em contato através de uma dos meios disponibilizados antes de pensar em levar seus carros.

Boa sorte!
O Administrador
<!--coloro:#FF0000--><span style="color:#FF0000"><!--/coloro-->ccdob<!--colorc--></span><!--/colorc-->
\[EMAIL=webmaster@ccdob.com.br\]webmaster@ccdob.com.br\[/EMAIL\]
igansi
Sem Habilitação
Mensagens: 31
Registrado em: Qua Jun 18, 2008 11:17 am
Nome: Igansi
Localização: Porto Alegre - RS - Brasil

#11

Mensagem por igansi » Qua Jun 18, 2008 3:38 pm

[quote name='pires' post='1676' date='Jun 12 2008, 05:35 PM']
MILZO, ESTOU COM MESMO PROBLEMA VOCE CONSEGUI RESOLVER, ME DA UM DICA, NAO SEI MAIS O QUE FAÇO??
[/quote]


Milzo / Pires

Estou tendo o mesmo problema de vocês porém o meu é um Xsara Paris 2001 /2001 (usa a mesma mecânica da Xsara Picasso). Assim que conseguirem resolver o problema não deixem de postar a solução. Aqui vai um trecho do post que coloquei em "Modelos Citroën > Xsara"

"...após alguns segundos ligados, o Xsara começa a se tremer, abri o capô e vi que o motor treme (balança) propragando isto para o resto da carroceria. É muito estranho, parece que o carro está dando uns pulinhos.
O conta-giros não fica oscilando, fica numa rotação contínua. Ah, outro detalhe, isto acontece quando o carro está parado ou na bangüela (sem tração). Andando uns segundos este problema desaparece, não falha e nem dá tranco.
Ontem ligue o Xsara e quando começou a aparecer o problema que relatei dei uma acelerada até uns 2500 RPM e tirei o pé. O meu Xsara simplesmente morreu, apagou. Isto não acontece quando ele já está com uma temperatura perto dos 90° C ao qual o problema não mais se manifesta. Ah, percebi também que o motor faz um barulho estranho (tipo, tá falhando) além o treme-treme que comentei, embora o conta-giros não evidencie isto."

Grato e valeu pela ajuda.
alexandre
Habilitado
Mensagens: 143
Registrado em: Qui Jun 21, 2007 5:40 pm
Nome: alexandre
Localização: São Bernardo do Campo - SP

#12

Mensagem por alexandre » Qua Jul 16, 2008 3:11 pm

Ola amigos :lol:

Nossa, vejo que este problema é mais recorrente do que imaginei, mas vamos a solução do problema:

Meus caros, nossos Citro possuem um sensor de oxigenio no escapamento, mais conhecido como sonda Lambda, este sensor tem como finalidade informar a central de injeção eletronica (UCE) se a queima do combustivel nos cilindros do motor esta acontecendo de forma correta e otimizada.
Se esta tudo certo e a queima esta acontecendo a contento, há pouco ou nenhum oxigenio nos gases que estão saindo do motor pelo escapamento.
Se ha problemas, ocorre leitura de oxigenio no escape e a central muda o chamado "mapa de injeção" e passa a reduzir ou aumentar o tempo de injeção, observando os valores detectados em cada regulagem que a injeção esta fazendo, logo, o motor oscila de rotação. ;)

Perceba que a leitura ocorre de forma oscilante e tão logo ocorra uma leitura de melhores resultados do funcionamento, a injeção parametriza uma media entre o maior e o menor valor obtido, tirando uma media deste resultado e mantendo a marcha lenta neste parametro.
A sonda, por sua vez, é composta de um material ceramico permeavel ao ar, ou seja, que permite a passagem do ar em seu interior.
Neste interior, ha um metal nobre que reage com temperaturas medias de 300°C, fornecendo uma voltagem de 0,1 a 0,9V nos Citro.
Para manter esta leitura a partir do motor frio, foi acrescentado à sonda uma resistencia de aquecimento que, ao se ligar o veiculo, aquece a sonda proxima a temperatura de trabalho da mesma, durante o periodo medio de um minuto.
Durante a fase de aquecimento, a central não leva em consideração os valores fornecidos pela sonda e trabalha num modo chamado de "circuito aberto", digamos que ela chuta o tempo de injeção até que a sonda funcione, ou seja ao ligar o motor este trabalha bem por instantes!
Infelizmente, devido ao nosso combustivel de qualidade pra la de duvidosa, a ceramica da sonda se torna impregnada de substancias estranhas e componentes quimicos derivados de adulterações, que com o tempo impedem os gazes de entrar na sonda cancelando ou reduzindo sua leitura...dai os problemas que voces amigos relatam.

Tentem uma limpeza em banheira de ultrasom, mesmo tendo pouco efeito, pode ajudar a ter certeza da pane. Cuidado com sondas universais, nem sempre funcionam a contento! Usadas nem pensar, podem estar no mesmo estado da sua.

Ah! Mais um lembrete, escapamentos sem o catalizador não permitem que a sonda alcance a sua temperatura de trabalho, isto tambem deixa o motor oscilando e aumenta o gasto com combustivel em 15%!
Ou seja, aquele escapamento esportivo...nhem... :blink:


Espero que ajude...


Um abraço a todos B)
<!--coloro:#CC0000--><span style="color:#CC0000"><!--/coloro--><!--sizeo:3--><span style="font-size:12pt;line-height:100%"><!--/sizeo-->Alexandre<!--sizec--></span><!--/sizec--><!--colorc--></span><!--/colorc-->
Capitão da SS-Enterprise

Imagem
igansi
Sem Habilitação
Mensagens: 31
Registrado em: Qua Jun 18, 2008 11:17 am
Nome: Igansi
Localização: Porto Alegre - RS - Brasil

#13

Mensagem por igansi » Qui Jul 17, 2008 10:43 am

[quote name='alexandre' post='1963' date='Jul 16 2008, 03:11 PM']
Ola amigos :lol:

Nossa, vejo que este problema é mais recorrente do que imaginei, mas vamos a solução do problema:

Meus caros, nossos Citro possuem um sensor de oxigenio no escapamento, mais conhecido como sonda Lambda, este sensor tem como finalidade informar a central de injeção eletronica (UCE) se a queima do combustivel nos cilindros do motor esta acontecendo de forma correta e otimizada.
Se esta tudo certo e a queima esta acontecendo a contento, há pouco ou nenhum oxigenio nos gases que estão saindo do motor pelo escapamento.
Se ha problemas, ocorre leitura de oxigenio no escape e a central muda o chamado "mapa de injeção" e passa a reduzir ou aumentar o tempo de injeção, observando os valores detectados em cada regulagem que a injeção esta fazendo, logo, o motor oscila de rotação. ;)

Perceba que a leitura ocorre de forma oscilante e tão logo ocorra uma leitura de melhores resultados do funcionamento, a injeção parametriza uma media entre o maior e o menor valor obtido, tirando uma media deste resultado e mantendo a marcha lenta neste parametro.
A sonda, por sua vez, é composta de um material ceramico permeavel ao ar, ou seja, que permite a passagem do ar em seu interior.
Neste interior, ha um metal nobre que reage com temperaturas medias de 300°C, fornecendo uma voltagem de 0,1 a 0,9V nos Citro.
Para manter esta leitura a partir do motor frio, foi acrescentado à sonda uma resistencia de aquecimento que, ao se ligar o veiculo, aquece a sonda proxima a temperatura de trabalho da mesma, durante o periodo medio de um minuto.
Durante a fase de aquecimento, a central não leva em consideração os valores fornecidos pela sonda e trabalha num modo chamado de "circuito aberto", digamos que ela chuta o tempo de injeção até que a sonda funcione, ou seja ao ligar o motor este trabalha bem por instantes!
Infelizmente, devido ao nosso combustivel de qualidade pra la de duvidosa, a ceramica da sonda se torna impregnada de substancias estranhas e componentes quimicos derivados de adulterações, que com o tempo impedem os gazes de entrar na sonda cancelando ou reduzindo sua leitura...dai os problemas que voces amigos relatam.

Tentem uma limpeza em banheira de ultrasom, mesmo tendo pouco efeito, pode ajudar a ter certeza da pane. Cuidado com sondas universais, nem sempre funcionam a contento! Usadas nem pensar, podem estar no mesmo estado da sua.

Ah! Mais um lembrete, escapamentos sem o catalizador não permitem que a sonda alcance a sua temperatura de trabalho, isto tambem deixa o motor oscilando e aumenta o gasto com combustivel em 15%!
Ou seja, aquele escapamento esportivo...nhem... :blink:
Espero que ajude...
Um abraço a todos B)
[/quote]


Alexandre

Muito obrigado pela dica.
Só gostaria de saber o que é esta limpeza em banheira de ultrasom?! É um produto químico?! É tipo passar um scanner?!
Faz um mês e meio que troquei os silenciadores intermediário e final, catalizador (tava podre, muito ruim, ressecado) e aproveitei para trocar a sonda lambda (apresenta indícios de carbonização). Ambos o catalizador e sonda são universais.
Fiquei meio encucado com isto, será que entrei numa robada?! Percebi que o carro ficou mais econômico e a trepidação nos 1° minutos dá manhã diminui bastante, quase imperceptível.
Outro detalhe é que o carro já apresentava esta trepidação antes de fazer estas trocas, existe desde que comprei o Xsara.
Bom, em início de agosto vou levar na minha oficina de confiança e vou comentar com eles sobre isto para ver se matamos a xarada. Outra coisa que me incomoda é que quando o carro tá nestes primeiros minutos às vezes ele morre quando eu dou uma acelerada e largo o acelerador, ele simplemeste desaba, morre. Achei que podia estar relacionado com o sensor de rotação ou temperatura ou atenuador de marcha lenta.
Enfim, quando descobrir posto aqui.

Mesmo assim, obrigado pela dica, estou com esperança que seja algo mais simples e, nada na sonda lambda.

[]'s.
alexandre
Habilitado
Mensagens: 143
Registrado em: Qui Jun 21, 2007 5:40 pm
Nome: alexandre
Localização: São Bernardo do Campo - SP

#14

Mensagem por alexandre » Qui Jul 17, 2008 2:57 pm

Ola Iga! :lol: Tudo belezinha?



“Veja bem...” Lembra deste começo de dialogo? Infelizmente ele também faz parte do vocabulário de pessoas que se dizem técnicos em reparação automotiva e são o prenuncio de que você vai ter prejuízo, já que é o inicio de uma explicação mirabolante para justificar a troca de componentes desnecessários.

Sinto muito cara, você caiu numa roubada mesmo!! O que revolta é que a maioria das oficinas são assim, ou consideram os Citro um lixo por não entender nada de mecânica, ou consideram-nos como verdadeiras minas de ouro, trocando peças a esmo e praticando reparos a base de tentativa e erro “- Ai doto, vamo troca essa paradinha que resolve...”

Bom, desabafos a parte, conte sempre conosco para ajudar no diagnostico de seu possante, experiências vividas por muito de nossos colegas mostrarão que “chutar” sobre a causa de uma pane e trocar um monte de peças para resolver um único problema deixara você sem confiança na marca, quando na verdade você deve rever seus conceitos sobre mecânico de confiança!

Vamos a odisséia: Banheira de ultra-som é uma ferramenta empregada para a limpeza de bicos injetores que acumulam detritos em seu interior com o tempo. Os bicos são colocados dentro desta banheira (se parece com uma miniatura de pia de cozinha) e ao ligá-la, um transformador na base da ferramenta gera ondas a uma freqüência altíssima (ultra-som) no interior da cuba da banheira. Como esta cuba esta cheia de um liquido detergente, esta onda ultra-sônica é transferida diretamente ao componente que será limpo, fazendo com que os detritos se soltem e saiam do bico injetor, sem afetar sua integridade.

Quando se faz o procedimento com a sonda de oxigênio, uma fração dos materiais impregnados na cerâmica permeável se solta e permite a sonda poder “respirar” novamente. Nem sempre isso da certo!!! Depende do grau de sujeira acumulada na sonda.

Se o veiculo vem apresentando oscilações de rotação, dificuldade de partida, aumento de consumo, cheiro estranho no escapamento por um período longo, é provável que o reparo tenha efeito somente com a troca do sensor.
Nos Picasso a sonda é classificada como semi-planar, isto é, as leituras que a sonda fornece ao modulo de injeção são em um numero tão grande que, representada em grafico, quase cria uma resposta plana de informações, é uma sonda especifica e possui uma resistencia menor que as universais, ai esta o motivo de seus sintomas não terem desaparecido. ;)

Você também comentou que o tal mecânico trocou seu catalisador, justificando que o mesmo estava podre, "ressecado"!?!? Isso não existe!!! O catalisador é uma colméia de cerâmica com metais nobres que, em temperaturas de 200°C a 350°C reage com os gazes provenientes do motor, transformando-os em elementos menos danosos ao meio ambiente e água.
Sua durabilidade esta estimada em 10 anos ou mais e somente em caso de fusão (derretimento da cerâmica interna) é que seria feita sua substituição.
Uma equipe de engenharia leva dois anos para elaborar, testar e certificar um catalisador segundo as especificações do motor que o utilizara!
Durante este processo de criação e validação são verificados, fluxo dos gazes, dimensão da cerâmica, ação efetiva de reação, tempo de vida útil, nível de emissão tolerável, resistência a corrosão do invólucro metálico...etc, etc...

Agora, sabendo disso, você ainda crê que exista um “catalisador universal”? E que este possa ser recomendado pelo seu colega PHD em “Veja bem...”? <_<

Seguindo...o tal PHD também trocou sua sonda de oxigênio por estar carbonizada!?!? Este cara realmente te classifica como mina de ouro, lhe empurra peças sem discriminação e no meio delas troca uma que, ao longo do tempo vinha se deteriorando, causando uma sensação de que fez efeito. Estar com a sonda carbonizada é sinal de que o combustível não esta sendo queimado com eficiência e pelo jeito parece que você esta com um SENSOR DE TEMPERATURA ou SENSOR DE PRESSÃO DO COLETOR com problema.

Se estes sensores não informam ao modulo de injeção uma leitura correta da temperatura ou da depressão no coletor de admissão do motor, o mapa de injeção selecionado não é o correto. Com estes valores errados, há um grande aumento do tempo de injeção e consequentemente um aumento considerável da quantidade de combustível injetado no motor.

O motor por sua vez, não conseguira queimar tanto combustível assim e criara um resíduo, semelhante ao que ocorre quando o gás de cozinha esta acabando e suja o fundo das panelas, esta fuligem de restos de combustível não queimado é chamada de carbonização.

Este efeito se prolongara em todos os componentes que tiverem contato com os gazes resultantes desta queima ineficiente, ou seja, câmaras de combustão (cilindros, válvulas e pistões), velas de ignição, sonda lâmbda, escapamento, catalisador, abafadores, imagine seu “mecânico de confiança lhe falando que você precisa trocar tudo isso porque esta carbonizado!

Meus amigos, carbonizado é o mesmo que sujo e esta sujeira vem de algum lugar, quando a causa é corrigida, a sujeira some, simples assim, até filtro de ar muito sujo cria este efeito!!! :unsure:

Leve a uma oficina que possua um equipamento de diagnostico e LITERATURA TECNICA sobre seu veiculo, não importa modelo ou marca, não adianta nada ter valores e dados sem saber o que fazer com eles!!!


Espero que ajude...





Um abraço a todos B)
<!--coloro:#CC0000--><span style="color:#CC0000"><!--/coloro--><!--sizeo:3--><span style="font-size:12pt;line-height:100%"><!--/sizeo-->Alexandre<!--sizec--></span><!--/sizec--><!--colorc--></span><!--/colorc-->
Capitão da SS-Enterprise

Imagem
William Vicentin
Curioso
Mensagens: 325
Registrado em: Dom Set 30, 2007 9:28 pm
Nome: William Vicentin
Localização: São Paulo - SP
Contato:

#15

Mensagem por William Vicentin » Qua Ago 13, 2008 6:10 pm

Puts.. falou tudo, eu quase já cai nessa em oficina particular.
um abraço,

Citroën Xsara Picasso
Exclusive 2.0 16V - Automatic
2008/2008 - Gris Cendre (pérola)
Responder