ATENÇÃO!! O site CitroënClube mudou de endereço!

Atualizem seus favoritos para -> https://citroenclube.com.br

XSARA EXCLUSIVE - MODIFICACOES

Regras do fórum
Atenção: Não use CAIXA ALTA!
LEIA AQUI as regras antes de postar.
tamarindu
Sem Habilitação
Mensagens: 8
Registrado em: Sáb Mar 24, 2007 8:25 pm
Nome: tamarindu

#1

Mensagem por tamarindu » Sáb Mar 24, 2007 8:44 pm

Opa, tomei conhecimento deste forum por conta de um amigo, proprietário de um Xsara 98.

Bem, tenho algumas dúvidas e gostaria de obter dicas, opiniões e críticas de vocês.

Tenho um Xsara Exclusive BVA 2001, 1.6 16V e gostaria de:

1. uma boa oficina para fazer uma revisão completa, principalmente motor e transmissão (automática 4-speed) em SP;

2. uma BOA funilaria, de bom custo-benefício para reparar alguns riscos e pequenos danos, em SP;

3. posso converter o carro para alcool sem problemas? necessidade de trocar a bomba de combustível para um flex? onde posso fazer em SP? quanto fica tal procedimento?

4. qual a melhor modificação para ganhar alguns CVs? sobrealimentar o motor? chip de potencia (que nem o sistema da Nascar em SP)? alguem tem alguma experiência?

E só pra comentar: foi uma das melhores aquisições que fiz, custo-beneficio FANTASTICO.

Novamente, agradeço pelo forum e parabenizo a todos.

Abraços,
Rodrigo


RAFAEL
Mestre Curioso
Mensagens: 796
Registrado em: Ter Ago 29, 2006 2:28 am
Nome: O Administrador

#2

Mensagem por RAFAEL » Qui Abr 19, 2007 4:41 pm

Boa tarde Tamarindu,

Estamos esperando que algum proprietário de Xsara que tenha "anabolizado" seu carro, dê seu depoimento com as informações mais precisas sobre o que pretende fazer com seu carro.

A principio, e sem entrar no mérito das possibilidades, que para esse carro são muitas, as informações que nos chegam é que a reprogramação, ou troca, da unidade de controle do motor ( ECU ), associada a utilização de filtro esportivo de duplo fluxo, tem dado um bom resultado. Essas modificações, se não tornam o carro um foguete, certamente otimizam o seu funcionamento e garante alguns cavalos a mais.

É claro que isso tudo dependerá do quanto se está diposto a gastar nas modificações. Quanto maior o gasto, proporcionalemtne maior será o rendimento.

As oficinas estão espalhadas por toda São Paulo, poderiamos citar várias de conhecimento público e notório, mas isso seria como atuar como fiadores dos trabalhos que poderão ser realizados no seu carro. Apesar dos incontestáveis conhecimentos técnicos dessas oficinas, não podemos garantir que você não será "premiado" por alguma delas. As revistas especializadas trazem várias dessas oficinas estampadas em suas páginas, lembrando sempre que elas são especializada em performance, mas não necessáriamente em Citroën, dai nossa necessidade de "ficar em cima do muro" quanto a uma indicação desse tipo.

Em relação a funilaria e pintura o procedimento é o mesmo. Quem já frequentou uma oficina autorizada Citroën sabe que os trabalhos não são nota dez por conta de pequenos detalhes que são esquecidos pelos pintores, funileiros ou lanterneiros, o que compromete o conjunto do trabalho.

Sabemos de um excelente funileiro e pintor na região Sul, mas ele só pode pegar um carro de cada vez porque não tem espaço e nem ajudantes a altura do seu trabalho.

Como Administradores deste Fórum, não podemos fazer um trabalho de concentração de informações, isso vai contra o principio de disseminação do conhecimento e da troca de experiências entre os Usuários, desta forma seria mais interessante que esses dados fossem passados a partir das emperiências pessoas de cada um, o que traria não só um número maior de informações, mas também uma abrangência geografica muito mais expressiva, descentralizando essas informações do eixo Rio-São Paulo.

O brasileiro ainda está engatinhando quando o assunto é comunidade, troca de experiências, cessão de informações, e tudo mais que se refira a compartilhamento. Felizmente esse é um quadro que está começando a mudar, e até os mais tradicionais colecionadores estão vendo que preservar o passado é muito bom, mas que ele não é nada sem o presente e sem o futuro.

Não respondemos as suas dúvida de forma completa, mas esperamos ter deixado a impressão da responsabilidade e da objetividade na manutençao da busca dos propósitos pretendidos por este Fórum.
O Administrador
<!--coloro:#FF0000--><span style="color:#FF0000"><!--/coloro-->ccdob<!--colorc--></span><!--/colorc-->
\[EMAIL=webmaster@ccdob.com.br\]webmaster@ccdob.com.br\[/EMAIL\]
tamarindu
Sem Habilitação
Mensagens: 8
Registrado em: Sáb Mar 24, 2007 8:25 pm
Nome: tamarindu

#3

Mensagem por tamarindu » Seg Ago 06, 2007 1:20 am

Caro Administrador.

Agradeço imensamente a resposta as minhas perguntas e tenho que concordar com todas as constatações e observações realizadas por você.

Adiciono, entretanto, que encontrei uma boa oficina mecânica para Citroen (Xsara, Xsara Picasso, C3, C4, C5 e alguns outros modelos), está localizada na zona oeste de SP e quem precisar de maiores informações me coloco a disposição. Referente a funilaria, encontrei uma ótima referencia mas ainda não "experimentei". Fica próxima a oficina mecânica o que facilita em termos de locomoção.

Com relação a preparação mecânica realmente é complicado. Difícil achar peças preparadas para a marca e a experiência em "customização" de peças originais não é bem conhecida - pelo menos até onde encontrei. Existem peças importadas mas, sinceramente, não encontro custo-benefício nisso. Com relaçao a ECU, meu modelo em específico é um tanto quanto temperamental e não aceita bem que mexam com ele. O filtro esportivo de duplo fluxo, tipo K&N, ajudou mas faz bastante barulho. O que ajudou, de verdade, foi a manutenção.

Atualmente, o Xsara - a.k.a Geni, está com 88.000 km e já foram gastos aprox. R$ 6.500,00 entre freios traseiros, dianteiros, suspensão e amortecedores traseiros e dianteiros, limpeza de motor, troca de oleo, filtros e elementos (estes itens como manutenção preventiva prevista) e com a caixa de direção (vazamento), ar condicionado (vedação do compressor), arrefecimento (motor da ventoinha - recondicionado), todas realizadas com maestria. Resumo: consigo 9 km/l na cidade e média de 13 km/l na estrada - 110 km/h (com ar condicionado ligado e combustível normal).

Realmente, gostaria - e muito, de aumentar a performance do carro.. mas fica para um próximo post, mais pesquisa e quem sabe um pouco de ousadia.

O que estou fazendo hoje é instalar, no painel original (2-din - computador de bordo e receiver do rádio original), instalar um monitor de 8" - similar aos modelos Peugeot e Citroen da Europa. A instalação é simples, feita em loja especializada.

Novamente, agradeço em especial ao administrador por manter este forum online.

Abraços,

RS
renato.barone
Sem Habilitação
Mensagens: 3
Registrado em: Qua Jan 02, 2008 1:08 pm
Nome: xsara hb 2001 glx 1.6 16v 2p

#4

Mensagem por renato.barone » Qui Jan 03, 2008 10:03 am

Olá Tamarindu, gostaria de saber como você está instalando o computador de bordo em seu automovel?

Tenho um xsara glx 1.6 16v 2001, sem o computador de bordo e queria instalá-lo encontrei no ML por 200 reais porém não está em boas condições vou procurar melhor.

Agora minha dúvida posso instalar no meu carro sem problemas? Qualquer técnico consegue?
Todas as funções do computador funcionarão, junto vou comprar o rádio cd player original.

Se puder responder muito obrigado.


ps. Se falhei aqui ou não fui claro me desculpem sou novo por aqui e este é meu primeiro post.
<!--coloro:#CCCCCC--><span style="color:#CCCCCC"><!--/coloro-->...................................<!--colorc--></span><!--/colorc-->
<!--coloro:#444444--><span style="color:#444444"><!--/coloro--><!--sizeo:1--><span style="font-size:8pt;line-height:100%"><!--/sizeo-->Citröen <!--fonto:Century Gothic--><span style="font-family:Century Gothic"><!--/fonto--><!--coloro:#FF0000--><span style="color:#FF0000"><!--/coloro-->Xsara<!--colorc--></span><!--/colorc--> <!--fontc--></span><!--/fontc--><!--sizec--></span><!--/sizec--><!--colorc--></span><!--/colorc-->
<!--coloro:#444444--><span style="color:#444444"><!--/coloro--><!--sizeo:1--><span style="font-size:8pt;line-height:100%"><!--/sizeo-->N7 -
<!--sizec--></span><!--/sizec-->Rodas 15"<!--colorc--></span><!--/colorc-->
mfmc11
Sem Habilitação
Mensagens: 4
Registrado em: Qui Mar 27, 2008 11:44 pm
Nome: mfmc

#5

Mensagem por mfmc11 » Qui Mar 27, 2008 11:54 pm

Fala Tamarindu,
cara eu tenho um Xsara 2001 modelo novo automático também e mandei fazer remapear a injeção no chip (fiz na Nascar chips), ficou bom mais achei que iria melhorar muito mais, coloquei o filtro da K&N também o carro tá espertinho, mas achei estranho vc falar que faz 13 na estrada, eu fiz 18 a 120km/h claro que sem fazer aquelas reduzidas que o carro dá, sempre na boa, demorando muito tipo tiozão mesmo, mas normalmente faço uns 14 com o pé bem fundo.

Coloquei roda 17" o próximo passo é colocar um turbinho com 0.4 bem fraco, mas tô sem peito ainda.

Espero ter ajudado

Abraço
Kbid
Habilitado
Mensagens: 95
Registrado em: Qua Out 17, 2007 3:21 pm
Nome: Kbid
Localização: São Bernardo do Campo

#6

Mensagem por Kbid » Sex Mar 28, 2008 8:33 am

Meus caro, vou apenas comentar sobre a parte mecânica...

Não vou entrar na discussão da conversão, e sim dizer o que pode acontecer, ok? hehehe

Eu naõ sei se já existe no mercado, alguma alteração de programação de ECU, onde o álcool não irá causar danos ao motor, pois um pistão de motor gasolina, é diferente do pistão de álcool, assim como sua taxa de compressão, entre outras coisas... pois, na França, não existe motor à álcool, e creio que essa alteração possa vir a causar algum dano. Entretanto, talvez alguma oficina de preparação já tenha alguma prova contrária.

Dica: transformar um motor, é uma ida sem volta... e se quiser deixá-lo um pouco mais forte, não tenha medo de gastar um bom dinheiro com peças de qualidade, para não vir a ter problemas com o uso. Compre uma turbina nova, se possível, faça um sistema de escape adequado, e não apenas o coletor... eu sou contra o uso de turbina sem o uso de pistão e biela forjados... porque hoje vc quer andar com 0.4... amanhã vc ker 0.8, e quando vê já tá com quase 2kg... então, tudo preparado direitinho, vc brinca do jeito que quiser...

De acordo com a região que vc mora, posso verificar alguma oficina especializada em preparação, de qualidade. Tenho alguns contatos no meio da Arrancada Paulista...

Bom, qq coisa, estamos aí!

abraço!
tamarindu
Sem Habilitação
Mensagens: 8
Registrado em: Sáb Mar 24, 2007 8:25 pm
Nome: tamarindu

#7

Mensagem por tamarindu » Sex Mar 28, 2008 11:33 am

[quote name='mfmc' post='1176' date='Mar 27 2008, 11:54 PM']
Fala Tamarindu,
cara eu tenho um Xsara 2001 modelo novo automático também e mandei fazer remapear a injeção no chip (fiz na Nascar chips), ficou bom mais achei que iria melhorar muito mais, coloquei o filtro da K&N também o carro tá espertinho, mas achei estranho vc falar que faz 13 na estrada, eu fiz 18 a 120km/h claro que sem fazer aquelas reduzidas que o carro dá, sempre na boa, demorando muito tipo tiozão mesmo, mas normalmente faço uns 14 com o pé bem fundo.

Coloquei roda 17" o próximo passo é colocar um turbinho com 0.4 bem fraco, mas tô sem peito ainda.

Espero ter ajudado

Abraço
[/quote]

mfmc, boa tarde!!!
po, me explica como você consegue fazer 18 km/l a 120 km/h.. o remapeamento fez milagres?! mesmo porque o meu carro atual (honda fit lx cvt 07), não faz mais que 16 km/l (na Rod. Bandeirantes/SP), com média de 110 km/l (ar ligado e gasolina "A" comum Shell); caso o remapeamento tenha causado essa redução de consumo, vou querer fazer nos dois carros!! quanto você pagou na Nascar?! a mudança REALMENTE dá diferença no dia-a-dia (fora o consumo)?
valeu pelos comentários e dicas!!! abraços! rodrigo

[quote name='Kbid' post='1180' date='Mar 28 2008, 08:33 AM']
Meus caro, vou apenas comentar sobre a parte mecânica...

Não vou entrar na discussão da conversão, e sim dizer o que pode acontecer, ok? hehehe

Eu naõ sei se já existe no mercado, alguma alteração de programação de ECU, onde o álcool não irá causar danos ao motor, pois um pistão de motor gasolina, é diferente do pistão de álcool, assim como sua taxa de compressão, entre outras coisas... pois, na França, não existe motor à álcool, e creio que essa alteração possa vir a causar algum dano. Entretanto, talvez alguma oficina de preparação já tenha alguma prova contrária.

Dica: transformar um motor, é uma ida sem volta... e se quiser deixá-lo um pouco mais forte, não tenha medo de gastar um bom dinheiro com peças de qualidade, para não vir a ter problemas com o uso. Compre uma turbina nova, se possível, faça um sistema de escape adequado, e não apenas o coletor... eu sou contra o uso de turbina sem o uso de pistão e biela forjados... porque hoje vc quer andar com 0.4... amanhã vc ker 0.8, e quando vê já tá com quase 2kg... então, tudo preparado direitinho, vc brinca do jeito que quiser...

De acordo com a região que vc mora, posso verificar alguma oficina especializada em preparação, de qualidade. Tenho alguns contatos no meio da Arrancada Paulista...

Bom, qq coisa, estamos aí!

abraço!
[/quote]

caro kbid! bom dia! valeu pelo toque, realmente a modificação mecânica é algo sem volta.. e fazer isso em um motor importado é dar um tiro no pé.. a não ser que feito em oficinas especializadas na marca (o que é um tiro no bolso).. desisti da ideia e troquei mesmo de carro.. rsrs. B)
Kbid
Habilitado
Mensagens: 95
Registrado em: Qua Out 17, 2007 3:21 pm
Nome: Kbid
Localização: São Bernardo do Campo

#8

Mensagem por Kbid » Sex Mar 28, 2008 1:24 pm

Ah, então tá bom! :)

Sabe, se vcs soubessem o trabalhão que dá desenvolver um motor, p/ ter um bom desempenho, consumo, poluir o menos possível (temos normas nas quais o motor tem de se enquadrar), e depois vc ver na rua todo mundo alterando o carro (ou caminhões, ônibus e pick-up's, ramo que atuo agora), é triste! heehe

Muitas vezes, vc acha que o carro vai andar mais se tirar um silencioso, abafador, catalisador, mas não vai... pelo contrário... enfim, mil coisas! eehehehe

Eu sou a favor de que se vc quer ter um carro forte, compre um original de fábrica! :) Por isso além de conforto, sou apaixonado por motores originais de alto desempenho, como os V8, motor do VTS, VTR, Wanckel, Ferraris, BMWs, e por aí vai... eheheeheheh
Kzat
Sem Habilitação
Mensagens: 25
Registrado em: Sex Abr 11, 2008 10:44 am
Nome: Kzat

#9

Mensagem por Kzat » Seg Abr 14, 2008 5:12 pm

Concordo com o Kbid.
o meu Xsara deve ter seus 110 cv(conforme manual), que é uma potencia elevada para um motor 1.6 e anda bem pra caramba....
Ao mesmo tempo é economico para um motor 1.6.
Entao, conforme o Kbid comentou, se quer mais que isso não mexa no motor, troque de carro ! pegue um VTS que é 2.0 e 167cv. porém deve beber bem ....
Xsara Break GLX N7 Preto 2001
jandoza
Sem Habilitação
Mensagens: 5
Registrado em: Sáb Fev 02, 2008 8:11 pm
Nome: Jandoza
Localização: Zona Lost - SP

#10

Mensagem por jandoza » Sex Mai 30, 2008 6:41 pm

Poxa, o motor original do Xsara anda tãaao bem...

Tenho um Exclusive 1998/99 1.8 16V com 84000km e tenho que tomar cuidado ao pisar, porque senão o bichinho dá 100 em terceira sem fazer esforço no conta-giros... Todo original. O meu carro está fazendo 7,5-8Km/l e eu acho uma boa taxa pelo tanto que ele anda.

Só preciso arrumar a suspensão dianteira que parece um pagodão quando anda. Vou levar nessa oficina recomendada por vocês...

See ya!
"Adoro o trabalho. Sou capaz de ficar horas simplesmente olhando pra ele."
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#11

Mensagem por checov » Qua Jul 23, 2008 10:44 pm

[quote name='Kbid' post='1180' date='Mar 28 2008, 08:33 AM']
Meus caro, vou apenas comentar sobre a parte mecânica...

Não vou entrar na discussão da conversão, e sim dizer o que pode acontecer, ok? hehehe

Eu naõ sei se já existe no mercado, alguma alteração de programação de ECU, onde o álcool não irá causar danos ao motor, pois um pistão de motor gasolina, é diferente do pistão de álcool, assim como sua taxa de compressão, entre outras coisas... pois, na França, não existe motor à álcool, e creio que essa alteração possa vir a causar algum dano. Entretanto, talvez alguma oficina de preparação já tenha alguma prova contrária.
[/quote]

Bem, tenho que fazer meus comentários em relação a este depoimento.

"Na França não existe motor a álcool..." - existe sim, e é o álcool mais agressivo que existe: o Metanol. É utilizado para o mesmo princípio daqui o de aumentar a octanagem da gasolina.

Quanto ao que pode acontecer: TODOS os motores a injeção eletrônica que rodam no Brasil, ou seja, todos desde 1994, estão preparados para o contato com o álcool, principalmente o Metanol, mais agressivo que o Etanol utilizado no Brasil. O álcool é um combustível com octanagem PRESUMIDA maior que a gasolina (digo presumida porque não medimos octanas do álcool, isso é uma medida específica da gasolina). Isso significa que o álcool permite compressões maiores que a gasolina sem que detone descontroladamente.

Em veículos ANTERIORES a 1994, carburados, eram utilizadas mangueiras de baixa pressão, carburadores e bombas de aço fundido, tanques de lata, tudo previsto para gasolina SEM ÁLCOOL, com chumbo em sua composição. Por isso que hoje os veículos carburados sofrem horrores e vivem com problemas de admissão de combustível, porque o combustível atual é extremamente corrosivo para estes carros, o que de forma alguma ocorre com os carros atuais com motores perfeitamente adaptados para álcool.

A única diferença real entre carros a álcool e a gasolina, hoje, são as tabelas de controle da UCE. Nem mesmo a compressão do motor os fabricantes se dignam a mudar: um GM Corsa 1.0 a álcool original de fábrica (sim, existe!) tem exatamente a mesma compressão de um GM Corsa 1.0 a gasolina, assim como o flex; a título de curiosidade, esta relação de compressão é de 13:1 no GM Corsa 1.0. Isso ocorre com todos os carros atuais, é mais fácil, barato e rápido projetar e fabricar um só motor e alterar seus parâmetros através de tabelas de comportamento na UCE do que projetar um motor diferente para cada combustível.

Os testes que os fabricantes fazem toda vez que vão lançar um carro "flex" a partir de sua base a gasolina é somente os ajustes que os carros precisam: partida a frio, ganho de consumo, confiabilidade... o básico. Nenhum fabricante testa um "novo motor flex", o motor já trabalha com os dois combustíveis, só o controle eletrônico precisa se ajustar aos novos regimes de trabalho. O motor só "queima" o combustível e transforma em força, a quantidade de combustível, mistura, tempo de ignição e de injeção quem faz de verdade é a UCE, por isso que é a UCE quem precisa de testes.

Conversores para álcool: o que os aparelhos de conversão fazem é somente aumentar o tempo da abertura dos bicos injetores. O álcool tem poder calorífico menor que a gasolina (26,8 MJ/K para o álcool, contra 42,7MJ/K da gasolina pura), o que faz com que seja necessário mais álcool para gerar a mesma força. Por isso carros a álcool consomem mais que a gasolina, e têm autonomia menor. Para compensar esta falta de força, a UCE tem que aumentar o tempo de abertura dos bicos injetores quando usando o álcool. Nem sempre as tabelas da UCE de carros a gasolina prevêm o tempo de abertura para trabalhar com o álcool, porque não prevêm que haverá taxas de álcool maiores que 30% no combustível. É aí que os aparelhos de conversão trabalham: aumentam por si só o tempo de abertura dos bicos, injetando mais álcool que o normal, e melhorando (não regulando, só melhorando) a mistura estequiométrica, ar x combustível, contida na mistura da admissão, e permitindo que o carro trabalhe com o álcool. Com a mistura estequiométrica melhor regulada, a leitura da sonda lambda torna-se mais aproximada do que a UCE espera, e assim o sistema não gera o "defeito de injeção" ou "defeito no sistema antipoluição", presente quando coloca-se álcool em um carro injetado com motor a gasolina.

De forma parecida trabalha a conversão a GNV, outro assunto bem vasto, que não cabe falar agora.

Portanto, não há problema algum em converter um veículo ATUAL (digo depois de 1994) para álcool, isso não gerará maiores problemas. Só não espere o consumo e a potência de um veículo original a álcool, pois não será. Nem os "Flex" o são. Aliás, os "Flex" são os piores carros: não têm a potência do álcool e nem a autonomia da gasolina. São todos monstros-de-frankenstein, criados pelas necessidades modernas.

Abraço.
Checov
dbmdaniel
Curioso
Mensagens: 308
Registrado em: Ter Abr 15, 2008 12:04 am
Nome: Daniel

#12

Mensagem por dbmdaniel » Qui Jul 24, 2008 9:57 am

nao li seu post todo porem fiquei na duvida...alcool tem octanagem??

O problema de se converter para alcool é o alto custo com baixo retorno...para se fazer um serviço descente vc gasta pelo menos 1k...e fora os problemas futoros que o alcool comecará a dar...mais agua no escapamento...maior corroçao...dias frios ter que ficar esperando para o carro esquentar...entre outros problemas chatos de se usar alcool..
checov
Sem Habilitação
Mensagens: 36
Registrado em: Qua Jul 23, 2008 7:10 pm
Nome: Checov
Localização: Bragança Paulista / SP Citroën C4 Pallas 08/08 GLX Prata

#13

Mensagem por checov » Qui Jul 24, 2008 4:57 pm

[quote name='Daniel' post='2033' date='Jul 24 2008, 09:57 AM']
nao li seu post todo porem fiquei na duvida...alcool tem octanagem??

O problema de se converter para alcool é o alto custo com baixo retorno...para se fazer um serviço descente vc gasta pelo menos 1k...e fora os problemas futoros que o alcool comecará a dar...mais agua no escapamento...maior corroçao...dias frios ter que ficar esperando para o carro esquentar...entre outros problemas chatos de se usar alcool..
[/quote]

É melhor você ler o post inteiro.

Err... o que é "corroção"?
dbmdaniel
Curioso
Mensagens: 308
Registrado em: Ter Abr 15, 2008 12:04 am
Nome: Daniel

#14

Mensagem por dbmdaniel » Qui Jul 24, 2008 7:10 pm

alcool nao tem octano....ele é um hidrocarboneto...
mesmo em paises desenvolvidos nao existem carros stock movidos a metanol
uma coisa é ler anuncios de caixinhas flex....e outra totalmente diferente é a pratica....
Outra coisa voce falou muito vago...nao incluiu os custos totais de uma conversao. Assim escrevendo um monte de coisas sem responder o foco principal da pergunta...
ChicoBrasil
Sem Habilitação
Mensagens: 11
Registrado em: Sáb Jul 12, 2008 10:23 pm
Nome: ChicoBrasil
Localização: Belo Horizonte
Contato:

#15

Mensagem por ChicoBrasil » Qui Jul 24, 2008 10:05 pm

[quote name='Jandoza' post='1534' date='May 30 2008, 06:41 PM']
Poxa, o motor original do Xsara anda tãaao bem...

Tenho um Exclusive 1998/99 1.8 16V com 84000km e tenho que tomar cuidado ao pisar, porque senão o bichinho dá 100 em terceira sem fazer esforço no conta-giros... Todo original. O meu carro está fazendo 7,5-8Km/l e eu acho uma boa taxa pelo tanto que ele anda.

Só preciso arrumar a suspensão dianteira que parece um pagodão quando anda. Vou levar nessa oficina recomendada por vocês...

See ya!
[/quote]

Oi Jandoza.
Acabo de acertar as suspenções dianteira e trazeira do meu Xsara 2000 1.8 16v.
Comprei todas as peças na concessionária e os preços não foram de assustar.
Na dianteira optei por trocar as bieletas e os dois leques completos com pivot e tudo, ao invés de trocar as buchas e os pivots. gastei 780,00 com mão de obra e alinhamento.
Na trazeira troquei os 2 kits de rolamentos da suspenção (190,00 o par) e 160,00 de mão de obra.
O carro ficou uma delícia.
Bão, bonito e barato.
Responder